top of page
  • Foto do escritorMarta Jardi

O que fazer em Gramado?

Atualizado: 10 de mai. de 2023

São lugares lindos e interessantes, que não só são carregadas de histórias e significados, mas dão a oportunidade de conhecer a cidade e a história da região e seu povo.


São mais de 50 pontos turísticos a visitar. É claro que não conseguimos conhecer todos, porém vamos te apresentar alguns deles, e melhor ainda gratuitos que faz valer a pena.

Algumas das melhores atrações grátis em Gramado são centrais e próximas umas às outras. A dica é coloque um sapato confortável e vá andar.


As ruas de Gramado


Andar pelas ruas não cobram ingressos, e é neste momento que você pode relaxar e conhecer lugares interessantes, pessoas diferentes e aproveitar o famoso frio. Se der a sorte de ver a neve, melhor ainda! Fomos em Julho/2021 e não tivemos a sorte de ver, pois assim que chegamos em nossa cidade, os noticiários mostraram neve na região sul affff que pena! Quem sabe numa próxima. ;)


Gramado não possui nenhum semáforo! Sim, verdade, nenhum semáforo. Apesar de muito movimentada o ano inteiro, ainda assim o trânsito é extremamente ordeiro e organizado. Os motoristas conseguem passar pelos cruzamentos por meio de rótulas, e os pedestres atravessam a rua na faixa de segurança, que é super-respeitada.



Igreja Matriz de Gramado - Igreja São Pedro


Localizada bem no centro de Gramado, a Igreja São Pedro foi inaugurada no início da década de 1940. A igreja é toda de pedra e tem uma torre de 46 metros de altura.



De um lado com 12 estátuas dos apóstolos em tamanho real e do outro imensos canteiros tomados por flores dão um colorido todo especial e que recebe iluminação especial durante a noite, chamando a atenção por sua beleza.



Em frente tem o famoso relógio com termômetro. Quando fomos no mês de Julho, as 21:20 estava 6º muito frio brrr! É um dos pontos turísticos mais fotografados. O acesso é gratuito.



Vale muito uma visita pela parte interna da igreja, os vitrais são lindos!

Uma curiosidade sobre os vitrais: eles foram pintados pelo artista alemão Pedro Dobmeier e apresentam a vida do apóstolo Pedro e suas passagens ao lado de Jesus Cristo.



Fonte do Amor Eterno de Gramado

Inspirada na famosa Fontana de Trevi, na Itália, a Fonte do Amor Eterno é o ponto romântico de Gramado. Milhares de cadeados coloridos chamam atenção que a deixam mais charmosa.



Para uns uma crença, para outros um mito popular, mas acredita-se que seja uma bela forma de demonstrar o seu amor, fechando o cadeado e jogando a chave dentro da fonte, assim eternizando o amor dos casais apaixonados. A fonte se localiza ao lado da Igreja Matriz, bem no centro de Gramado. O local se tornou um belo cenário para fotos. O acesso é gratuito.


A Famosa Rua Torta


Outro ponto turístico de Gramado, é a rua Torta, um ponto muito visitado que encanta e chama atenção dos turistas e de quem passa por ela.



Conhecida por sua forma sinuosa é inspirada em uma das mais famosas ruas de São Francisco na Califórnia: a Lombard Street que ganhou destaque Internacional devido a sua íngreme ladeira a qual passa centenas de pessoas todos os dias. Inclusive foi cenário de vários filmes.





Lombard Street - Califórnia


A rua Torta de Gramado tem flores e árvores que a tornam ainda mais bela. Há, também, postes históricos, daqueles que se acendem como se fazia na década de 1920, quando havia faroleiros perambulando pelas cidades para acender e apagar suas luzes.

Só é preciso cuidado, pois tem circulação de veículos.


Rua Emilio Sorgetz: Rua Torta


Praça das Etnias


Em frente da Rua Torta, existem três casas que tornam tudo o que a Praça das Etnias significa em algo ainda mais especial, pois cada uma delas traz a arquitetura e o estilo de seus respectivos colonizadores, os principais da cidade.

Você vai encontrar a Casa Alemã, a Casa Italiana e a Casa Portuguesa. As cores e formato delas vai te levar a uma viagem no tempo, além de embelezar toda a região.

A Praça das Etnias traz aos seus visitantes a oportunidade de conhecer mais sobre as raízes locais, assim como as histórias de seus respectivos colonizadores.

Em todas as manhãs de sábado, das 07:00 às 12:00 horas, o local atrai os colonos para a venda de seus produtos na Feira Orgânica, são verduras, pães, legumes, massas, frutas, temperos, geleias, sucos, mel, vinhos, compotas e outros doces são oferecidos sem a adição de qualquer tipo de agrotóxico. Aproveite para degustar também.

No mesmo dia e período da Feira Orgânica, há uma feira de artesanato, o que favorece o local e faz com que sua visita em um sábado de manhã ganhar mais expectativas.

Pois, além de comer bem você pode encontrar artigos de decoração ou utensílios domésticos feitos por moradores de Gramado, com o toque local que torna a compra ainda mais especial.




Vá à Casa do Colono, onde você conhece a arquitetura colonial, e que traz muito mais ao paladar. Geleias, vinhos, conservas, linguiças, doce de leite, temperos, frutas, queijos e tudo mais que a culinária regional, respeitando a imigração alemã do local, traz para tornar sua passagem ainda mais saborosa.

Tudo é produzido de forma artesanal, ela abre todos os dias, das 09:00 às 12:00 horas, e das 13:30 às 18:00 horas. Vale muito a pena!


Lago Negro


Este é outro ponto turístico famoso de Gramado. As águas escuras e profundas do Lago Negro são envolvidas pelo verde das árvores que fazem deste, um dos lugares mais bonitos da cidade.



A história desse local é um pouco triste, um trágico incêndio ocorrido em 1942, grande parte das árvores foram totalmente queimadas, entristecendo a paisagem. Para tentar conter o fogo, moradores abriram uma fenda no chão, onde encontraram uma vertente, que mais tarde seria transformada em um lago artificial, o Lago Negro. Originalmente, era chamada de Vale do Bom Retiro e em 1953, o local foi reflorestado. Foram importadas da região da Floresta Negra, da Alemanha, mudas de árvores que foram plantadas em torno do lago.




Sua profundidade alcança 14 metros. Hortênsias e azaleias se revezam e a cada estação enfeitando as margens do lago trazendo cor e vida, proporcionando momentos de relaxamento e contemplação.

A visita ao Lago Negro é recomendada a qualquer hora do dia. O lugar tem um visual tão lindo, que inspira as pessoas a diversas práticas de atividades esportivas. Em um dos pontos há uma pequena gruta com a imagem de Nossa Senhora, que sempre recebe uma oração dos visitantes mais devotos, assim como eu. (Marta)



O acesso é livre/gratuito e fica localizado R. A. J. Renner - Bairro Lago Negro Bairro: Planalto.

Mas, no lago é possível andar de pedalinho desfrutando de vários ângulos e fazer lindas fotos, é um dos programas clássicos de Gramado. O pedalinho funciona todos os dias das 8h às 18h. O passeio de pedalinho tem dois preços diferentes:

Cisne: R$ 40,00, capacidade duas pessoas.

Barco pirata: R$50,00, capacidade para até 4 pessoas (dois adultos e duas crianças de até 10 anos cada).

Pessoas acima de 60 anos pagam metade do valor.



Tem calçadão lindo para caminhada e vários bancos para sentar, admirar e descansar e é um ótimo lugar para fotos.


Se bater a fome, às margens do lago, tem um lugar que conta com menu de lanches e pratos quentes. O local conta com banheiros e feirinha de artesanatos.


Um local lindo demais, mesmo em dia de chuva!!!



Vista área do Parque Lago Negro



Praça Major Nicoletti




A charmosa e bem ornamentada praça Major Nicoletti é um bonito lugar para sentar e acompanhar o movimento de Gramado. E tem lindas lojas! A pequena praça fica ao lado da Rua Coberta, de frente para a Igreja São Pedro.


Rua Coberta


Originalmente chamada de Rua Madre Verônica, ela foi repaginada há alguns anos, quando foi coberta com uma estrutura de acrílico e a passagem de carros foi impedida, dando lugar a bancos para descanso e reúne restaurantes, cafeterias e lojas. A Rua Coberta é uma ótima alternativa para os dias de chuva. São 100 metros de comprimento que ligam a principal avenida da cidade, a Borges de Medeiros a Rua Garibaldi. O acesso livre e fica em frente do Palácio dos Festivais. Curtir Gramado é desfrutar de uma das suas principais referências: a Rua Coberta.



Palácio dos Festivais - Gramado


O Cine Embaixador, o único da cidade, que há 45 anos sedia um dos maiores eventos do cinema do Brasil: o Festival de Cinema, tornando-se assim chamado de Palácio dos Festivais.



Caminhando um pouco mais pela rua da Igreja de Gramado, você também chegará a outro local bastante requisitado e visitado: o Palácio dos Festivais. Por aqui você pode caminhar pela Calçada da Fama, onde estão marcadas no chão mãos de famosos – estilo a Calçada da Fama de Hollywood.


O Festival acontece no mês de agosto. Toda a atenção se voltam ao Palácio dos Festivais. Foi criado o Caminho das Estrelas, onde um tapete vermelho é estendido entre o Palácio e a Rua Coberta para que os artistas circulem, fazendo alusão a famosa Calçada da Fama de Hollywood.



No resto do ano, o Palácio sedia alguns eventos locais e funciona como um cinema. O acesso é gratuito para conhecer por dentro, mas para assistir as sessões de filmes é preciso adquirir o ingresso. Nos meses de janeiro, fevereiro e julho a programação de cinema é diária em virtude das férias, às 20h30. Em outros meses tem sessões de cinema apenas às sextas, sábados e domingos. Durante o dia, fora o horário das sessões, o cinema fica fechado, portanto, não pode ser visto por dentro, apenas em frente a Rua Coberta.


Pórtico de Gramado (Via Nova Petrópolis)


O Pórtico localizado na entrada de Gramado, para quem vem de Nova Petrópolis, Caxias do Sul e Bento Gonçalves possui uma arquitetura charmosa ornamentado com jardins floridos. Inaugurado em 1973, o pórtico com inspiração no estilo bávaro é ponto de parada para fotos. Construído em pedra com detalhes em lambrequim (madeira recortada) o pórtico dá as boas-vindas aos visitantes, oferecendo sempre um jardim impecável de ser apreciado.

Em datas especiais costuma ganhar uma temática diferenciada.

Claro que toda passagem por Gramado tem que ter a tradicional foto do portal. Um lugar muito disputado, sempre com muita gente para registrar a chegada na cidade, mas se você vai até a cidade e não faz tal foto, não passou por lá!



Todos esses passeios que listamos acima, são só alguns dos muitos que existem em Gramado, mas o melhor de tudo que são gratuitos.

Veja também:

  • Ficar em Canela-RS ou em Gramado-RS?

  • Gramado ou Canela?

  • Passeios em Gramado

  • Passeios em Canela

  • Dicas sobre Gramado

  • Dicas sobre Canela

  • Ice Bar de Canela - Uma experiência única!

  • Minimundo - Universo em miniatura

  • Mundo a Vapor




11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios